Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo

15 de junho de 2017

 

Admonição inicial                  

Na véspera da Sua Paixão, levando até ao extremo o Seu Amor por nós, Jesus deixou-nos o Memorial do Seu Sacrifício Redentor. Hoje, a Igreja, numa atmosfera de louvor e de exultação, celebra este Mistério da Presença amorosa e operante de Cristo no meio de nós.

Aos homens, cansados pela longa caminhada da vida, Jesus oferece um Pão completamente novo: a Sua Palavra e o Seu Corpo. Desse Pão dividido, nasce a exigência da unidade!…

A quem comunga o Pão da vida, não se exige a perfeição moral, mas a atitude do pobre que reconhece a sua fragilidade e miséria e se aproxima d´Aquele que o pode curar. Este Pão não é um prémio para os bonzinhos, mas a luz e a força para os fracos, os caídos, os peregrinos que seguem o Mestre, ao longo «de todas as estradas» que vão da Galileia a Jerusalém!…

Esta tarde, enquanto o sol se põe, sobre a nossa terra, pôr-nos-emos a caminho, com Jesus Eucaristia, decididos a seguir na vida, Aquele que nos precede na caminhada: «Eu estou convosco todos os dias, até ao fim dos tempos» (Mt 28, 20b).