XXI Domingo do Tempo Comum

26 de agosto de 2018

 

Admonição inicial

A liturgia deste domingo, recorda-nos que a nossa vida pode ser gasta, seguindo a lógica do mundo, na busca de valores efémeros e estéreis, ou ser posta ao serviço dos outros, na doação de si mesmo, seguindo os passos de Jesus, que tem Palavras de Vida Eterna!

O realismo Eucarístico, das palavras de Jesus, no Evangelho de hoje, é desconcertante para a fé e para a cultura judaica; por isso, «muitos dos discípulos afastaram-se e já não andavam com Ele».

Os homens insistem em buscar Deus em searas sem grão, e em vinhas sem uvas; na opção pelos caminhos mais fáceis e cómodos, de um lucro enganador e de um prazer imediato – alimentos que não saciam!

A quem iremos, Senhor, se só Tu tens palavras de Vida eterna?!

Só Tu, és o Pão que mata a fome de vida, e o vinho sempre novo que sacia a sede do caminhante à procura de poços de água nos desertos da existência.