XIII Domingo do Tempo Comum

01 de julho 2018

 

Admonição inicial

A Liturgia, deste XIII Domingo Comum, proclama as maravilhas de Deus que é fonte de vida em abundância. Por consequência, tudo o que se opõe à vida, a diminui ou a desvaloriza, não vem de Deus, mas do pecado do homem!

Na sua forma mais longa, o Evangelho de hoje, relata-nos dois episódios que assinalam a defesa da vida de duas mulheres reabilitadas por Jesus. Essas mulheres representam a Igreja, na sua vocação maternal de dar e de alimentar a vida em Cristo.

Mas este prodígio é presenciado por uma multidão que segue Jesus e que não O toca verdadeiramente! É o que acontece connosco, quando nos fixamos na exterioridade das coisas e descuramos a sua essência! É pela oração interior, que só Deus vê, ancorada na Sua Palavra, que podemos chegar à vida da fé que realiza maravilhas!